DIFUSÃO DO CONHECIMENTO

Apresentação das atividades técnico-científicas dos pesquisadores do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) na Região dos Lagos - RJ, entre 2010 e 2019

Publicações técnicas-científicas de devolução do conhecimento adquirido a partir do projeto "Etnobotânica no Centro de Diversidade Vegetal de Cabo Frio", realizado de 2000 até o momento, na Região dos Lagos Fluminenses. Estas publicações foram elaboradas em colaboração e coautoria com Pescadores Artesanais de Arraial do Cabo.

Plantas úteis na Restinga de Massambaba

603.jpg

SHRUB species of patchy Coastal Vegetation

701.jpg

Plantas úteis da restinga: o saber dos pescadores artesanais
de Arraial do Cabo, Rio de Janeiro

plantas úteis.jpg

Os vídeos abaixo foram elaborados como produtos do projeto "Etnobotânica de espécies arbóreas usadas na construção de Canoas artesanais no litoral sudeste e sul brasileiro".  Projeto desenvolvido em colaboração entre a Universidade de Santa Catarina (Laboratório de Ecologia Humana e Etnobotânica) e o Instituto de Pesquisas JBRJ, sob coordenação da Dra. Natalia Hanazaki (UFSC). Apoio do CNPq - Universal (444343/2014-8).

Etnobotanica de espécies arbóreas para a construção de Canoas artesanais no sul e sudeste brasileiro

Monóxilas: um breve diagnóstico sobre canoas e a pesca artesanal no litoral Fluminense

Produção de vídeo:

Vinícios Andrade Melo ( guapururru@gmail.com), 2018

A publicação "Árvores e madeiras na cultura naval tradicional" foi elaborada a partir da colaboração entre a Universidade Federal de Santa Catarina, Instituto de Pesquisas JBRJ e a Universidade da Região de Joinville. Publicada pela Editora UNIVILLE em 2019. O principal objetivo deste livro foi registrar e socializar o conhecimento tradicional/local, associado ao patrimônio naval brasileiro. Salientamos que o Capítulo 1 foi escrito em coautoria com pescadores artesanais de Arraial do Cabo e é intitulado: "As Canoas de boçarda em Arraial do Cabo (RJ)".

arvores para canoas.png

Divulgação científica, valorização e difusão do conhecimento ecológico local sobre as plantas da restinga realizadas com estudantes da rede pública de ensino nos municípios de Arraial do Cabo e Cabo Frio, na forma de saídas de campo educativas e palestras. 

 

Atividades realizadas como parte do projeto de pesquisa "Transmissão Cultural do conhecimento etnobotânico no Parque Estadual da Costa do Sol", desenvolvido por Nicky van Luijk, aluna do programa de mestrado profissional em Biodiversidade em Unidades de Conservação do ENBT/JBRJ, de 2017 a 2019, sob orientação da Drª Viviane Stern da Fonseca-Kruel.